Quando falamos sobre competências primeiro precisamos entender o que é e como funciona. Ao meu entender as competências nascem no encontro de realizar um objetivo e na vontade de saber dominar uma determinada técnica.

Nós da área da saúde precisamos estar sempre desenvolvendo competências, pois o mercado com o qual trabalhamos exige que a atualização profissional seja sempre presente.

Os resultados que entregamos esta totalmente ligado as nossas competências, e para aprender qualquer tipo de competência basta estudar.

Estudar é fundamental, pois vai fazer com que você saiba sempre mais e com isso suas competências aumentam e se aprimoram.

Muita gente tem medo de tentar, se arriscar e isso de certa forma prejudica o profissional a desenvolver suas competências. Só saberemos o resultado de algo de tentarmos, o medo do fracasso somente faz com que exista um bloqueio interno e você perca grandes oportunidades. Costumo dizer que o máximo que pode acontecer é o resultado não ser o esperado, para isso basta estudar e refazer, isso acontece com todo mundo.

Para mim existem cinco pontos principais que fazem com que você consiga desenvolver suas competências e testa-las, vou pontua-las aqui afim de que você possa se orientar e desenvolver uma a uma e realmente colocar em prática:

  1. Objetivo – Tenha isso muito claro e desenvolvido. Escreva isso no seu bloco de notas, caderno ou computador, pois tudo o que você esta fazendo é por causa dele. Pode ser de cunho pessoal como por exemplo comprar um apartamento, viajar, ajudar sua família, trocar de carro ou de cunho profissional como por exemplo, abrir o seu próprio consultório, clinica ou academia, se isso ja existe, inaugurar mais uma unidade, ganhar mais dinheiro, aumentar os serviços e produtos, enfim isso é algo que somente você irá estruturar para atingir esse objetivo.
  1. Plano de ação – Desenvolva o seu baseado nos seus objetivos. É muito importante saber aonde quer chegar com isso tudo e a partir dai traçar estratégias compatíveis com o seu objetivo. Por exemplo, nele devem conter a lista de ações e atividades que você deve executar, devem conter datas de inicio e prazo para essas atividades, o responsável por cada ação escolhida, os objetivos dessas ações e orçamento das ações caso envolva custos. Isso foi somente um exemplo de plano de ação, por isso é importante desenvolver o seu objetivo principal para a partir dai desenvolver o plano de ação.
  1. Estudos – No início desse artigo mencionamos que o estudo faz com que você desenvolva suas competências e é bem por ai. Se eu sou uma pessoa que trabalho com treinamento físico e não tenho experiência como professor de treinamento funcional, por exemplo, preciso estudar e desenvolver minha capacidade e competências para passar exercícios que envolvam essa modalidade aos meus alunos. No caso do fisioterapeuta, caso seja um especialista em reabilitação de joelho e gostaria de expandir seus atendimentos com a quiropraxia, logo irá precisar procurar um curso de especialização e tal atendimento e no mesmo caso da nutricionista.
  1. Preparação – Nesse momento você vai preparar tudo o que aprendeu e onde quer chegar para partir para a ação. Conheço muita gente que faz todos esses passos que citamos e quando chega na hora de partir para ação, “amarela” com medo de fracassar ou de não dar certo. A maioria dos grande campeões e de pessoa que obtiveram sucesso que conheço sempre passaram por situações parecidas, não tem jeito. Somente a título de informação, pessoas de sucesso acertam no máximo 70% dos seus objetivos, pois temos sempre a impressão que elas conseguem tudo o que querem e no fundo não é bem assim.
  1. Partir para a ação – Esse é o momento que você vai colocar e prática todo o seu planejamento, vai começar a desenvolver o seu plano de ação e começar a colher o resultados. Aquele momento que da o frio na barriga e você começa a entender o quanto foi importante ter estudado para desenvolver aquelas competências que antes eram desconhecidas e agora vai fazer com que você consiga ótimos resultados, ou se não conseguir vai fazer você entender o porquê precisava desenvolvê-la.

Por experiência própria tive de desenvolver inúmeras habilidades, pois vivenciei uma transição de treinador para gestor e isso fez com que eu precisasse na marra aprender novas competências e aplicá-las no meu dia a dia para melhorar a saúde do meu negócio. Muita coisa que apliquei deu certo e muita coisa deu errado, mas consegui identificar o que deu errado, contornar e ajustar o que precisava ser ajustado. Portanto, o mais importante é reconhecer a importância de conhecer novas competências, depois disso estudar para conhece-las e aplica-las e ai sim colher os resultados de todo o seu esforço.

Esses cinco passos apesar de parecerem fáceis, precisam de atenção e clareza. Para isso você precisa se desligar e colocar tudo isso no papel, pois ao mesmo tempo que esta escrevendo esta dizendo para você mesmo o quanto isso é importante pra você.

Leia mais sobre “Como empreender na área da saúde” e produtividade aqui no Negócio de Saúde. Leia também “Você é a sua melhor versão?