Com o excesso de informações que recebemos todos os dias, fica cada vez mais difícil manter uma padrão de comunicação assertivo sem discussões. Muitas vezes porque as pessoas e ate mesmo nós estamos focados em inúmeras tarefas que basta um erro de comunicação para dar inicio a alguns tipos de discussões

Mas saiba que uma discussão nunca é algo positivo entre você e sua equipe ou entre você e seu aluno ou paciente. Nós que trabalhamos com saúde e bem estar precisamos estar preparados para situações onde possa gerar discussões, isso faz parte do negócio pois é uma forma de fidelizar clientes.

Não adianta pensar somente na parte técnica e estrutural e esquecer o principal, o fator humano.

Tem uma passagem de Lincoln que gosto de mencionar quanto falamos sobre discussões:

“Nenhum homem que esta decidido a dar o máximo de si mesmo, pode perder tempo com uma disputa pessoal. Menos ainda pode esforçar-se no medir as consequências, inclusive na perversão do seu temperamento e a perda do controle de si mesmo. Seja mais condescendente nas coisas para as quais você não demonstrou senão direitos iguais; e conceda menos naquelas em que seu direito é claro. É preferível ceder o caminho a um cachorro a ser mordido por ele, disputando-lhe um direito. Mesmo matando o cachorro não se evitará a dentada” 

Com isso conseguimos observar que por mais estejamos certos em uma discussão, no fim das contas as duas partes saem perdendo. Suponha que você tenha argumentos o suficiente par estar certo em alguma discussão, isso faz com que você diminua e humilhe a outra pessoa que esta discutindo com você, faz com que você não ganhe a amizade dessa pessoa e ainda por cima mesmo a outra pessoa parando de argumentar com você, no fundo ela sempre vai achar que esta certa.

Portanto o meu conselho em relação a discussões é você agir com mais habilidade, sem enfrentamentos e choques de idéias. Muitas vezes é preferível concordar e saber que mesmo que os seus argumentos tenham fundamentos, você da razão aquela pessoa e evita uma discussão sem fim.

Para esse artigo separei algumas sugestões do livro “How to win friends and influence people” de Dale Carnegie, onde ele cita diversas formas de escapar das discussões e manter um ambiente saudável dentro do seu negócio. Lembrem-se que para nós profissionais da saúde isso é fundamental, é a chave para abrir portas que muitas vezes se fecham por orgulho ou vaidade. A sua metodologia pode ser muito boa e gerar ótimos resultados, mas nunca desmereça algo que essa pessoa deseja ou faz para enaltecer seus argumentos.

. Acolha a divergência – Em um negócio onde existe sociedade, geralmente os sócios tem argumentos diferentes e isso é muito bom, pois o compo de visão de um deles pode fazer com que o outro consiga enxergar coisas que não é claro e vice versa, quando os dois sócios ja concordam com tudo geralmente tem algo errado. Caso tenha algo errado e essa pessoa lhe adverte sobre isso, agradeça. Isso é uma forma de você corrigir algo antes que dê errado.

. Desconfie da sua primeira impressão instintiva – Sempre nos colocamos em posição defensiva quando somos impactados por algo desagradável. Preste atenção na sua primeira reação a algum tipo de situação dessas, talvez seja o que ha de pior em você falando e não o que ha de melhor.

. Controle seus impulsos – Deixar alguem irritado não vai fazer de você uma pessoa ganhadora, só vai gerar mais inimizades.

. Ouça em primeiro lugar – Falo que Deus nos deu duas orelhas e uma boca exatamente para ouvir mais e falar menos, deixe as pessoas falar. Não interrompa de maneira alguma, absorva as informações e escute sem julgamento. O grande problema das pessoas hoje em dia é o de que elas escutam e ja estão preparando um discurso para debater. Precisamos escutar mais e absorver.

. Procure áreas de concordância – Depois de escutar o que as pessoas tem a dizer, reflita e tente procurar áreas onde você concorda.

. Seja honesto – Quando houver discussões, procure áreas onde saiba que errou e peça desculpas, assuma os seus erros. Isso faz com que você desarme a pessoa comia qual entrou em discussões.

. Prometa que pensará sobre as idéias das pessoas e as estude cuidadosamente – Seja sincero com você mesmo, muitas vezes as pessoas com as quais discutimos podem estar certas e muitas vezes estão. Portanto, não se coloque em uma situação onde as pessoas possam dizer “tentamos dizer-lhe isso, mas você não quis ouvir”

. Agradeça sinceramente as pessoas pelo interesse que elas demonstraram – As pessoas que discordam de você geralmente estão interessadas nos mesmos assuntos que você, certo? Pense nelas como pessoas que realmente que lhe ajudar e pode ser que você ganhe aliados.

Portanto, gosto de dizer que a única maneira de ganhar uma discussão é evitando-a e quando isso não for possível tente utilizar todas ou algumas dessas sugestões que mencione neste artigo, tenho certeza que suas atitudes e argumentos serão mais conscientes 

Leia mais também sobre gestão aqui no Negócios de Saúde. Leia também “Competências: saiba como desenvolvê-las” e “Você é a sua melhor versão?” no site do Crica Wolthers.