Sabemos que hoje em dia muita coisa gira em torno de nossa inteligência emocional e do que vivenciamos e aprendemos, ainda mais na área profissional. Rede de contatos é uma delas, quando temos facilidade de interagir com outras pessoas, tudo fica mais fácil e novas oportunidades aparecem. Independente de ter facilidade em se relacionar com outras pessoas ou não, é muito importante você saber gerenciar o que acontece dentro de você mesmo. 

Seus sentimento e emoções comandam muita coisa e caso você não consiga lidar com eles, podem lhe trazer grande complicações ao longo do tempo.

De acordo com o livro “Inteligência Emocional 2.0” de Travis Bradberry e Jean Gravis, podemos resumir a inteligência emocional em quatro habilidades: Autoconsciência, Autogestão, Consciência Social e Gestão de relacionamentos. Neste artigo vou falar sobre cada um deles e como você pode ter sucesso no seu negócio a partir de como saber utiliza-los. Você conseguindo identificá-los ficará cada vez mais fácil possuir autocontrole e compreender tudo o que acontece a sua volta.

Além de do desenvolvimento profissional, compreender a inteligência emocional faz com que você consiga melhorar os seus relacionamentos fora do trabalho, com sua família, amigos e colegas de trabalho.

Estudos comprovam que 80% do sucesso de grandes empresários e pessoas que chegaram onde queriam vieram da sabedoria de lidar com outras pessoas, conseguir compreender tudo o que se passa ao redor e utilizar isso como uma ferramenta de negócio.

Essas quatro habilidades irão te ajudar no caminho da inteligência emocional.

1- Autoconsciência:

A autoconsciência é quando conseguimos notar nossas próprias emoções, quando conseguimos perceber o que nos incomoda e como reagimos a isso. A partir do momento que conhecemos nossas tendências, como por exemplo, quando alguém fala alguma coisa que eu não gosto, isso me gera uma emoção negativa e eu preciso entender o porquê que me gerou tal emoção, isso é importante para refletir sobre de onde vem e por que surgiram. Parar e refletir sobre tudo o que sente e da forma que sente te ajudarão muito a desenvolver a autoconsciência. 

2- Autogestão:

A autogestão depende da nossa autoconsciência, pois acontece quando agimos. Faz com que utilizemos nossa conscientização das nossas emoções para nos moldar a situações e direcionar de forma positiva. Por exemplo, algumas situações fazem com que o medo nos paralise e dificulte a linha de raciocino, fazendo muitas vezes com que decisões importantes fiquem prejudicadas ou mesmo a falta de reação, isso tudo traz bastante confusão e dúvidas e onde temos dúvidas temos desgaste de energia e angústia.

Geralmente as pessoas que tem falta de autogestão se descontrolam por qualquer coisa, pode ser desde um barulho que esteja incomodando ate mesmo uma situação que ela não consegue lidar.

3- Consciência Social:

Muita gente tem a consciência social e sofre por isso, pois ela consegue reconhecer as emoções de outras pessoas, saber o que esta se passando com essa pessoa, mas muitas vezes ela puxa isso pra si. Não consegue separar o que é dela e o que não é dela e isso muitas vezes afeta o seu dia a dia. Por isso que quando falo que a inteligência emocional é algo que pode ser desenvolvido através do autoconhecimento, isso é verdade. Quando começamos a observar tudo a nossa volta e dentro de nós mesmos, conseguimos identificar nossas emoções e as emoções dos outros. Quando adquirimos consciência social ficamos mais suscetíveis a escutar os outros de forma verdadeira, parar de falar somente de nós e escutar o que os outros tem anos dizer.

É necessário prática para observar as pessoas e realmente entender o que elas precisam e querem de nós, seu gestos e expressão corporal também dizem muita coisa.

4- Gestão de Relacionamentos:

A gestão de relacionamentos mobiliza as outras três competências da inteligência emocional: autoconsciência, autogestão e consciência social. Essa gestão se utiliza dessas três competências para administrar bem nossos relacionamentos com outras pessoas. Por exemplo, é muito diferente quando interagimos com alguem de quando nos relacionamos com alguem. A frequência e o tempo faz com que as interações virem relacionamentos. Muita gente sente dificuldade em gerenciar relacionamento em situação de estresse e discussão e a grande maioria acontece no nosso ambiente profissional, por ai observamos a importância de saber gerenciar todas essas habilidades.

Leia mais sobre gestão e planejamento aqui no Negócios de Saúde.