Muitas vezes quando falamos sobre liderança a maioria das pessoas não sabem se nasceram com esse dom ou se podem treinar para se tornar líderes. Posso afirmar na prática que a liderança é algo que você conquista de acordo com o seu processo de observação, bom senso e muitas vezes pela compaixão com sua equipe ou pessoas que você lidera.

Todos nós sabemos que existe uma diferença muito grande entre chefe e líder. Pelo meu ponto de vista o cargo de chefe é algo muito antiquado onde somente uma pessoa tomava as decisões em um grupo e que todos tinham de obedecer independente de seu ponto de vista. Ja o líder é uma pessoa em que os colaboradores tem o prazer de ajudar a fazer o negócio crescer, pois se identificam com o modo de pensar, a linha de raciocino e a forma como inclui essa pessoas no poder de decisão do seu negócio, ou seja, elas fazem parte dos resultados.

Pensando nisso resolvi enumerar 5 princípios de liderança que farão com que você conquiste a confiança de seu grupo e faça com que eles se alinhem aos seus objetivos. Alem destes 5 princípios de liderança, vou fazer um outro artigo falando sobre outros que também são muito importantes.

Todos esses princípios foram retirados do livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas” de Dale Carnegie e deveria ser leitura obrigatória de todos nós profissionais que trabalha diretamente com público.

Vamos aos 5 princípios de liderança, não esqueça de anotá-los e colocá-los em prática em seu dia a dia.

Princípio 1 – Comece com um elogio ou uma apreciação sincera 

Quem não gosta de receber um elogio? Ou ate mesmo saber que os seus esforços estão sendo reconhecidos? Pois bem, sempre enalteça a qualidade das pessoas, pois hoje em dia é tão natural recebermos críticas todo o tempo que quando recebemos um elogio sincero, isso faz com que mesmo em uma situação de confronto ou stress, tudo se amenize. Portanto, elogie. Por mais que você saiba que terá de dar uma advertência a alguem, inicie a conversa elogiando de forma sincera, sem forçar a barra para que não se torne algo falso, tenho certeza que o inicio da conversa será bem diferente.

Princípio 2 – Chame a atenção para os erros das pessoas de maneira indireta.

Chamar indiretamente a atenção para os erros cometidos surte um efeito incrível em pessoas sensíveis, que geralmente se ressentem com um crítica direta. Por exemplo, caso eu entre em minha sala de treino após o expediente e sempre vejo a sala desarrumada. Nos primeiros dias eu mesmo arrumo e deixo tudo organizado, quando o treinador chega para trabalhar ele irá arrumar tudo antes de ir embora, pois observou que alguem arrumou a bagunça que ele fez antes de ir embora. Indiretamente foi chamado a sua atenção e isso fará com que não precise existir conflito, pois foi feito de forma indireta.

Princípio 3 – Fale sobre os seus erros antes de criticar os das outras pessoas.

“Quem admite os próprios erros – mesmo sem corrigi-los, conseguirá convencer um outro a mudar o comportamento”, essa frase é de Clarence Zerhusen, de Timonium, Maryland. Quando de forma humilde identificamos e admitimos nossos próprios erros, fazemos com que nossa fragilidade apareça e consequentemente as outras pessoas também não ficarão com receio de expor as suas, fazendo assim com que todo orgulho e ego diminua e tudo caminhe para uma conversa sadia. Um líder faz com que as pessoa o admirem pelas suas atitudes e ações.

Princípio 4 – Faça perguntas ao invés de dar ordens diretas.

Quando falo sobre a diferença entre chefe e líder, um dos princípios básicos é este. Nunca de ordens diretas pois ninguem gosta de receber ordens. Ninguém gosta de saber que existe uma hierarquia e supostamente uma superioridade entre pessoas de um mesmo grupo. Um exemplo prático serio o de eu ordenar para alguém de minha equipe pegar um objeto e ao invés disso pedir para alguém de minha equipe pegar um objeto. Isso faz com que a pessoa coopere com alguma coisa e não cumpra uma ordem somente. Dignidade é algo que você como líder deve entregar as pessoas.

Princípio 5 – Permita que a pessoa salve o seu próprio prestígio.

Este princípio é muito importante para mim. Evite envergonhar as pessoas, principalmente em público. Muitas vezes não paramos para pensar nisso, Estamos sempre tão preocupados em resultados e conquistas que passamos pelos sentimentos das pessoas como se fosse um furacão. Por isso falo muito sobre a empatia e como se colocar no lugar do outro é importante. Ja vi muitos profissionais chamarem a atenção de outras pessoas em público no tom de humilhação e querendo mostrar superioridade e muitas situações. Essa é uma das atitudes mais desprezíveis que pode existir e você como gestor nunca conseguirá a confiança de sua equipe trabalhando dessa maneira.

Leia mais sobre gestão e “Eventos: Agregue valor ao seu serviço” aqui no Negócios de Saúde. Leia também “Quais são os tipos, sintomas e tratamentos do estresse? Conheça aqui