Compreenda tudo sobre a nutrição personalizada: a nova dieta baseada no seu código genético, o seu DNA

O que é saudável para mim pode não ser saudável para você. 

Isso é um conhecimento comum que muitas vezes não é levado em consideração na hora de fazer uma alimentação balanceada, e é nesse caminho que se desenvolveu a nutrição personalizada.

Por isso, nesse post irei falar sobre esse novo ramo, que andei pesquisando um pouco e acredito que assim como o treinamento personalizado pode abrir um grande leque de oportunidades.

Entenda a Nutrição Personalizada

A nutrição personalizada é um novo e crescente ramo da nutrição que se encaixa na Nutrigenética, ou seja, é uma área nova que junta suas informações genéticas com o seu perfil nutricional, enquanto analisa diversos genes que se relacionam a doenças alimentares como obesidade e diabetes.

Mas primeiro, vamos esclarecer sobre os seus genes. Um gene é codificado e expresso pelo seu código genético, DNA. O gene pode estar ativo ou inativo e ser ativado por fatores externo ambientais.

Esse tipo de gene que se ativam por outros fatores são estudados no ramo da epigenética.

Logo, a nutrição personalizada surgiu devido aos avanços da epigenética e nutrigenética.

A mesma depende de um perfil genético que é possível obter através de uma amostra de saliva a qual terá o DNA sequenciado é dividido em diferentes tipos de genes.

Ao analisar esses genes, é possível conhecer quais as doenças uma pessoa possui a propensão de obter.

Em conjunto com essas informações, é analisado o conteúdo de nutrientes no sangue, bem como a estrutura corporal da pessoa.

Por fim, é montado um cardápio especializado para o indivíduo, levando em conta todas as informações obtidas.

Assim, uma pessoa que possui propensão a obter diabetes obterá um cardápio que previne a mesma de acontecer, tratando a doença antes dela se manifestar.

Ou ainda, caso a doença já tenha se manifestado, o tratamento é realizado para que não ocorra o desenvolvimento de complicações.

Genes analisados na Nutrição Personalizada

Com o sequenciamento do DNA, uma ampla gama de informações genéticas é fornecida, porém nem todas serão utilizadas. A nutrição personalizada leva em conta 11/109 genes polimórficos analisados, desses os quais se relacionam com as seguintes doenças:

  • Deficiência de Vitamina D
  • Hipertensão
  • Diabetes tipo II
  • Obesidade
  • Acúmulo de gordura
  • Deficiência ou acúmulo de Vitaminas
  • Doença celíaca
  • Alergia à lactose
  • Respostas inflamatórias
  • Deficiência de Vitamina B9
  • Respostas a cafeína

Cada um dos metabolismos analisados através do sequenciamento gera um perfil para a nutrição personalizada, o qual é traduzido em uma alimentação diferenciada.

Nutrição Personalizada no mundo

Realizar um sequenciamento de DNA é um processo que está se tornando cada vez mais barato, contudo, ainda pode ser considerado custoso, já que o sequenciamento completo demanda tempo e equipamentos específicos.

Porém, com o desenvolvimento de novas tecnologias, nas últimas décadas o preço se encontra em constante queda, custando alguns milhares de dólares nos dias atuais.

Países desenvolvidos como Coréia do Sul, Japão, Cingapura, Estados Unidos e Europa apresentam um maior avanço no ramo, com parcerias com empresas privadas para baratear o custo do tratamento.

No Japão, com o apoio da empresa Nestlé e os laboratórios Halmec Ventures e Genesis Healthcare que se envolveram na parte no sequenciamento de DNA, existem estudos relacionando a alimentação com o condicionamento físico de idosos, principalmente devido à grande expectativa de vida do povo japonês que vivem mais de um século.

No Brasil, já existem estudos na área de nutri-genética, que relacionam a alimentação em períodos de gestação com a ocorrem de câncer de mama nas proles futuras.

Os estudos ainda estão em fase de desenvolvimento com testes em camundongos e outros mamíferos.

Já para a nutrição personalizada, existem alguns laboratórios no país que consegue lidar com o sequenciamento do DNA humano, porém devido ao custo elevado, poucos serão os que realmente serão capazes de adquirir o serviço.

Outro fator importante a ser levado em consideração é a interpretação do resultado do sequenciamento e explicação para as pessoas leigas nesse tipo de dados.

Logo, essas informações virão para quebrar paradigmas dos biotipos hoje preservados pela mídia, apresentam através das informações genéticas o melhor tipo de corpo para cada indivíduo.

Com o avanço do Projeto Genoma Humano que começou décadas atrás com o intuito de sequenciar por completo as informações genéticas do ser humano, novas ciências estão surgindo.

Na área nutricional, existe hoje a área de nutrigenômica, nutrigenética e nutri-epigenética que englobam o perfil genético do indivíduo bem como sua alimentação.

O intuito, portanto, é precaver-se e tratar doenças crônicas como a diabetes ou o câncer antes de ocorrer, levando em consideração, principalmente, os genes que se ativam devido à fatores ambientais.

Com isso, a nutrição personalizada surgiu para tornar o sonho realidade. Porém, devido ao alto preço do sequenciamento do DNA, a mesma não se encontra disponível em todos os países do mundo.

Visto que o avanço da tecnologia está cada vez mais crescente, o sequenciamento está sofrendo uma redução de preço de modo a se tornar acessível à um grande número de pessoas.

Logo, a nutrição personalizada pode ser considerada uma profissão para o futuro próximo.

Leia também sobre gestão e “como montar o seu planejamento estratégico” aqui no Negócios de Saúde. Leia tambem “O exercício da gratidão