Motivação e liderança são palavras corriqueiras nas empresas atuais. O trabalho em equipe é cada vez mais comum, e o papel do líder na motivação é essencial .

O colaborador satisfeito é o melhor recurso para o sucesso e organização de uma empresa e, portanto, motivá-lo é essencial. É importante que as organizações deem perspectiva de desenvolvimento profissional àqueles que alcançarem melhores resultados e transmitir a certeza de que o trabalho feito é visto, avaliado e valorizado.

É neste contexto que entra o papel do líder na motivação dos colaboradores, considerado figura responsável por garantir que os funcionários saibam a importância de seu papel na engrenagem que move a companhia, servindo de referência e suporte para a equipe e para seus superiores.

Dentre as qualidades inerentes a um bom líder, destaca-se o domínio total de seu trabalho, sempre agindo com ética e comprometimento com o sucesso da organização. Todavia, em primeiro lugar, vem sua capacidade de gerir relações interpessoais. Para liderar, acima de tudo, é preciso saber ouvir, conversas, respeitar e ter estabilidade emocional para contornar bem as piores situações.

Assim como uma organização precisa confiar em sua equipe, o inverso também deve acontecer. Por isso, o líder deve estar disposto a sanar dúvidas e atender anseios de seus liderados com relação ao que acontece no ambiente de trabalho.

Portanto, o papel do líder na motivação dos seus subordinados refere-se ao fato de conseguir ser respeitado e não temido, considerado uma das principais diferenças ente líder e chefe. Enquanto o último impõe sua vontade por meio de ordens e autoritarismos, o primeiro inspira quem está ao seu redor e os conduz na direção que devem seguir para o sucesso da empresa. 

O chefe comanda de cima, e o papel do líder na motivação está no fato de caminhar ao lado dos colaboradores, seguindo o mesmo caminho e lutando para vencer os mesmos obstáculos que o restante da sua equipe. Todo o indivíduo de uma equipe tem seu papel e sua importância, e o líder não está acima de ninguém.

Outra importante qualidade de um grande líder é proporcionar a evolução dos colaboradores com quem trabalha. Ele não se esforça apenas para que seus subordinados façam o trabalho, mas, principalmente, para trazer à tona o potencial máximo de cada um, explorando e evoluindo suas habilidades individuais.

Ao entender cada elemento de sua equipe, o líder consegue direcionar cada talento para as atividades mais apropriadas, potencializando o resultado ao mesmo tempo em que contribui para que os liderados percebam o quanto são necessários e trabalhem ainda mais motivados. Lembre-se: não há nada mais valioso para o colaborador do que se sentir relevante.

De igual modo, dentro do processo do papel do líder na motivação é saber escolher bem os seus colaboradores. Para isso, novos funcionários podem ser selecionados de acordo com o perfil que se espera dentro da empresa. O processo de recrutamento pode evitar profissionais tóxicos em sua equipe. Assim, é possível analisar comportamentos e aspectos psicológicos já na seleção de candidatos.

A ideia é sempre buscar na formação de equipes que proporcionem trocas de experiências e conhecimento entre o time. Elas criam um ambiente de trabalho mais leve e elevam a qualidade e produtividade como um todo. É claro que isso não é uma tarefa fácil, principalmente para os gestores. Realmente, é algo que exige esforço e atenção. Porém, no atual mercado competitivo, quem não pensa na satisfação e produtividade de seus colaboradores, acaba ficando para trás.

Lembrando que motivar os empregados é valorizar as ideias propostas por eles. Quando isso acontece, os colaboradores se sentem reconhecidos pelo local onde trabalham e têm mais vontade de apresentar novas soluções.

Quer um exemplo? A empresa pode premiar as melhores ideias apresentadas. Para isso, devem ser definidos quais os tipos de sugestões serão aceitos, o propósito de cada uma e os critérios de avaliação.

Deve haver também a abertura para o diálogo, permitindo que os funcionários se sintam à vontade para opinar e dar sugestões. Nesse ponto, também é importante estar apto a dar feedbacks, positivos ou negativos.

De acordo com Paul Hersey, um dos autores de “Teoria da Liderança Situacional” um dos livros mais conceituados sobre liderança, cada indivíduo possui um fator que o motiva, sendo que esse impulso interior pode ser completamente diferente de pessoa para pessoa. Por isso, um bom líder deve entender cada um dos colaboradores e conduzir o trabalho de motivação de forma individual.

Quando falamos de equipes, devemos lembrar que elas são compostas por indivíduos. Isso significa que não podemos tratar a todos da mesma forma, por isso, um líder deve ter tato para poder lidar com situações e pessoas diferentes, sempre de forma satisfatória.

Sustentar a motivação no trabalho e na vida pode ser difícil, mas com a mentalidade correta e treinamento motivacional, você pode manter sua motivação em alta, aproveitá-la e sustentá-la.

Leia mais sobre “Estética: explore esse ramo da fisioterapia” e planejamento aqui no Negócios de Saúde. Leia tambem “Saúde emocional: como ser saudável nos dias de hoje