Pouca gente sabe, mas o profissional de Educação Física não tem atuações restritas às aulas em escolas e academias. Ao contrário disso, quem é formado nessa área pode trabalhar em outras frentes e até seguir uma carreira acadêmica posteriormente, se assim desejar. 

Na formação universitária, os estudantes podem optar por bacharelado em Educação Física ou Licenciatura, ou ate mesmo as duas opções que dá direito a seguir como professor na área. Para saber mais detalhes sobre essa carreira, continue a leitura e, se surpreenda ao descobrir uma infinidade de opções no mercado de trabalho para os profissionais. 

Profissional de Educação Física no turismo

Agora que você já sabe que a atuação desse profissional não está restrita aos ambientes popularmente conhecidos, como as academias e escolas, onde conduz aulas focadas nas atividades e práticas esportivas, saiba que há possibilidades no turismo e lazer. Uma das frentes é atuar em atividades físicas e recreação em clubes, hotéis, colônia de férias, cruzeiros e outros segmentos como atividades outdoor.

O profissional de Educação Física poderá acompanhar ou elaborar atividades para os clientes dessas empresas, dando o suporte necessário para práticas esportivas seguras e atividades de lazer e divertimento. Resorts de médio a alto padrão, em geral, têm buscado esses serviços como opções para entreter os hóspedes. 

Imagine, por exemplo, quantas atividades de recreação podem ser feitas a bordo de um navio? Esse tipo de atração costuma contar com uma série de opções de lazer para os passageiros.

Projetos especiais e turismo de aventura

Por mais que seja um nicho ainda segmentado, é possível encontrar ações voltadas ao profissional de Educação Física que deseja encarar um desafio nessa área, ligada a trilhas, montanhismo, alpinismo, entre outras opções do chamado turismo de aventura.  

Na prática, o profissional poderá trabalhar em empresas ou operadoras de turismo que oferecem atividades desses esportes. Uma das opções é atuar diretamente na orientação das práticas esportivas e oferecer suporte aos participantes. 

É possível atuar no meio corporativo; saiba como!

O profissional de Educação Física também tem espaço para trabalhar nas empresas, por meio da ginástica laboral. Os exercícios, feitos durante o horário de trabalho, são focados na prevenção de lesões e contribuem para a saúde dos funcionários. 

As grandes corporações têm aderido à prática, muitas vezes, para atender suas culturas organizacionais que preveem a promoção de ações ligadas à qualidade de vida dos funcionários.   

Personal trainer e preparador físico

Outro nicho que tem crescido bastante é o mercado de personal trainer, que oferece aulas individuais para treinos e condicionamento físico. Com uma quantidade razoável de clientes fixos, o profissional de Educação Física pode cobrar por hora e obter bons rendimentos financeiros.

Outro caminho possível é exercer a função como preparador físico em times nas mais variadas modalidades esportivas (vôlei, futebol, entre outros). Há ainda opções de prestação de serviços para atletas de alto desempenho, maratonistas, nadadores e ginastas, só para citar alguns exemplos. 

Aulas de dança ou artes marciais 

Quem gosta de danças ou artes marciais pode encontrar outras frentes de atuação. Porém, o profissional de Educação Física terá de buscar conhecimento nessas áreas para conduzir as aulas com propriedade. Hoje em dia, as pessoas têm aderido muito a modalidades de dança como, zumba, passos de sertanejo universitário e forró. 

Trabalhos na área de reabilitação em clínicas e hospitais 

Clínicas e hospitais também oferecem oportunidades nessa área, especialmente quanto à reabilitação do paciente. Em alinhamento às atividades de um fisioterapeuta, o profissional de Educação Física pode contribuir com a recuperação de pacientes que passaram por lesão ou acidentes, ao aplicar exercícios de condicionamento físico.   

Trabalhos sociais 

Como muitas atividades profissionais, sempre há oportunidade de fazer a diferença e atuar em trabalhos voluntários ou sociais, por meio de ONGs e entidades. As ações podem contemplar medidas voltadas a populações excluídas socialmente, como aulas de ginástica em orfanatos ou em áreas de vulnerabilidade social.  É a chance de abraçar a solidariedade e ajudar quem precisa. 

Ser o gestor de um estúdio ou academia

Há ainda a possibilidade de gerir um negócio em academias ou estúdios focados nas práticas esportivas. Essa opção é bem indicada para o profissional de Educação Física que gosta de atuar nesse segmento e leva jeito para administração e gestão de negócios. 

Consultoria online e jornada acadêmica 

Outra opção que pode ser adotada pelo profissional de Educação Física é trabalhar com consultorias via web. Nessa alternativa, é possível instruir pela internet quanto às práticas esportivas e orientar os alunos à distância. 

Além disso, é sempre importante focar no aprimoramento das competências. E quem tem afinidade com o meio acadêmico pode trilhar uma jornada na academia, passando por mestrado, doutorado e, quem sabe, um pós-doutorado. Com essa formação, a pessoa pode lecionar na universidade ou seguir como pesquisador acadêmico.

Leia mais sobre gestão e “Consultório de nutrição: tenha o seu” aqui no Negócios de Saúde. Leia também “Você é a sua melhor versão?”