O Pilates tem se tornado bastante conhecido atualmente, aqui no Brasil, mas foi criado por volta de 1920 por Joseph Pilates. Por aqui, profissionais de Educação Física e Fisioterapia principalmente, trabalham com a técnica.

Compreende um grupo de exercícios realizados no solo ou com auxilio de equipamentos. Seu objetivo é promover equilíbrio entre corpo e mente, melhorando a saúde e a qualidade de vida de quem pratica.

Outro ponto forte é melhorar a condição física, reabilitar alguns problemas de saúde como as dores de coluna ou servir como treino para pessoas saudáveis.

Os exercícios do método Pilates podem ser realizados pelos mais variados grupos, entre homens e mulheres, jovens e idosos. Isto porque a sua diversidade de exercícios é aplicada com níveis de dificuldade diferentes, segundo a necessidade e capacidade de cada praticante.

Então, vamos conhecer mais sobre essa filosofia.

O que é Pilates?

O método Pilates compreende uma série de exercícios que atuam na ativação de músculos abdominais estabilizadores (como o músculo transverso do abdome), melhora o movimento articular e com isso promove consciência corporal, possibilitando a conexão entre o corpo e a mente.

Os exercícios proporcionam alongamento de alguns músculos e fortalecimento de outros. Por isso, pode ser uma alternativa para quem quer praticar algum tipo de atividade física e manter-se saudável.

Os princípios do Pilates são seis: respiração, fluidez, concentração, controle, centro de força e precisão. São metodologias bases para que o movimento seja realizado com perfeição.

Onde surgiu?

Primeiramente conhecido como Contrologia, por meio dos princípios citados, o método foi criado pelo alemão Joseph Pilates durante a sua experiência pessoal com a asma e o raquitismo durante a infância. Outro momento importante para a criação foi a grande primeira guerra, onde ele era prisioneiro.

Nesse cenário que ele desenvolveu alguns dos princípios citados, com base no estudo da fisiologia e anatomia humana, assim como teve criatividade para desenvolver os instrumentos.

Quais os benefícios do Método Pilates?

Os benefícios do Pilates são inúmeros. Ele atua na prevenção de doenças e problemas nos músculos e articulações, já que ele melhora o movimento articular, força e coordenação motora.

Possui melhora significativa, comprovada cientificamente em problemas da coluna como dor lombar, pois seus exercícios base exploram o controle do corpo, por meio do recrutamento dos músculos que estabilizam a coluna, como os músculos intrínsecos, além de possibilitar que o movimento entre as vertebras seja modificado.

Para quem é atleta profissional, a prática do método garante tempo de recuperação menor e risco de reincidir a lesão, reduzido.

Outros problemas que são frequentemente tratados com o método são artrose e várias articulações, hérnias de disco, artrites, entre outros.

Como citado, os exercícios do método também procuram o equilíbrio da mente. Isso, através dos exercícios de respiratórios, de alongamento e relaxamento muscular que combatem o estresse e a ansiedade.

Como posso praticar o método Pilates?

Se seu objetivo é iniciar o método Pilates hoje, fique a vontade. Normalmente, ele é praticado em Studios de Pilates, de forma individual ou em grupo, em seções de 1hora de duração com até 3 alunos por vez.

Os instrutores que ministram a técnica devem ter amplo conhecimento sobre o funcionamento do corpo, além de uma formação em Pilates. São profissionais de nível superior em sua maioria entre educadores físicos, fisioterapeutas, dançarinos e terapeutas ocupacionais.

A resistência dos exercícios é próprio peso corporal. Para quem já tem capacidade física adequada pode passar a utilizar os equipamentos.

Durante as aulas, é que se adquiri melhora a consciência corporal, força, mobilidade, equilíbrio e coordenação.

Um ponto muito trabalhado é a capacidade respiratória. A respiração é a base para a realização de todos os exercícios que proporcionam mobilidade tridimensional do tórax.

Posso me lesionar praticando Pilates?

A resposta é simples, muito provável que não. Os mais de 500 exercícios possuem baixo impacto, assim como o número de repetições não excede o limite físico de cada praticante.

Pela sua atuação no sistema musculoesquelético é mais provável que você previna as lesões de outros exercícios e as que poderiam se originar por conta de doenças.

Será que praticando Pilates consigo perder peso?

Para a resposta ser positiva, dependerá do ritmo da sua aula. Mas se o ritmo não for considerado, ainda assim o método induz a queima de muitas calorias.

 É sempre bom ter em mente que para emagrecer é necessário alimentação adequada associada a prática de exercício, assim, pode ser possível emagrecer com a prática do Pilates.

Durante uma aula você pode perder ao menos 500 calorias, tonificando os músculos do abdome, coxas e baços.

Então, se você deseja iniciar o pilates, não precisa se preocupar se é sedentário, idoso, gestante ou uma pessoa cheia de problemas de saúde!

Com a ajuda do instrutor, você encontrará o seu ritmo, e é bem provável que ao termino da décima sessão você notará como seu corpo se modificou desde o inicio.

Leia mais sobre “Saúde e bem estar: saiba porque isso é um grande negócio” e gestão aqui no Negócios de Saúde. Leia tambem “Como ser feliz: 10 atitudes simples que vão mudar a sua vida